Projeto Resistance – Revolta e Resistência nos Impérios Ibéricos, séculos XVI a XIX

Desde Junho de 2018 pesquisadores da Europa, Américas, Ásia e África se reuniram para investigar “os processos de resistência de categorias sociais discriminadas, segregadas e “de baixo” nos impérios ibéricos, entre 1500 e 1850”.

O projeto prevê ainda a divulgação dos resultados de suas pesquisas em linguagem acessível para diversos públicos, especialmente o escolar. Assim, o grupo de pesquisadores coordenados pela professora Mafalda Soares da Cunha e composto por 102 pesquisadores de 4 instituições portuguesas (Universidade de Évora, FCSH-NOVA, ICS-ULisboa, ISCTE-IUL, Max Plank Institute, Universidad de Cantabria e Universidad de Santiago de Compostela) e seis instituições não europeias (Pontificia Universidad Católica de Chile, Universidad Nacional de La Plata, Universidade de Cabo Verde, El Colegio de Michoacán, Universidade Federal da Bahia e Brown University), criou uma página no YouTube. No canal, foi publicada recentemente uma entrevista a Gregorio Salinero e Manuel Herrero Sánchez sobre rebeliões no período moderno.

O Projeto Resistance é de fundamental importância no contexto histórico atual, uma vez que revisita um período tradicionalmente estudado, tendo em perspectiva os “fenómenos de resistência activa e passiva em diferentes territórios e cronologias”. Buscando analisar “a morfologia e a gramática da resistência, contrastando: os impérios português e espanhol, os espaços europeus e não europeus, e a sua evolução ao longo desses 250 anos, sempre com o propósito de destacar o papel dos grupos subalternizados na transformação social”.

Temporada de Frederico Palomo em São Paulo

Nos dias 26 e 27 de Março, o Programa de Pós Graduação Em História da UNIFESP e a Cátedra Jaime Cortesão da USP receberão o  historiador Frederico Palomo del Barrio da Universidad Complutense de Madrid.

 

 

Na terça-feira, dia 26, o historiador ministrará a aula inaugural do PPGH-UNIFESP às 18h30, na sala 210. O título da aula é “A memória do mundo: clero e cultura letrada nos espaços do Império português (sécs. XVI-XVIII)”. 

 

26/03/2019. Frederico Palomo na UNIFESP

 

No dia seguinte, quarta-feira, 27, o pesquisador participará do lançamento e debate do livro Monarquias Ibéricas em Perspectiva Comparada (séc. XVI-XVIII), no Auditório Nicolau Sevcenko, às 18h.

 

Os eventos serão realizados no campus da UNIFESP em Guarulhos, e da USP no Butantã.

 

27/03/19. Frederico Palomo na USP.

 

Inscrições para Ouvintes

Estão abertas as inscrições para Ouvintes na II Jornadas História Moderna em Foco.

Para se inscrever como Ouvinte, clique aqui (é necessário logar ou criar um login no SIEX UNIFESP – siga as orientações do site)

As inscrições ficarão abertas até o dia 20/08/2018.

Se inscreva e venha participar da segunda edição das Jornadas História Moderna em Foco!

Qualquer dúvida nos contate por aqui, pelo Facebook ou pelo email: modernaemfoco@gmail.com

 

#AIR2017: Anglo-Iberian Relations, from the Medieval to the Modern

Acontecerá de 19 a 21 de Outubro a conferência “Anglo-Iberian Relations, from the Medieval to the Modern” (ANGLOIBERIANRELATIONS2017)

O objetivo do evento é incentivar o diálogo e trabalho cooperativo entre estudiosos das relações anglo-ibéricas, coloniais e latino-americanas desde a Idade Média até a Época Moderna.

A primeira edição da conferência ocorreu em 2015, em Mértola, Portugal. No ano de 2017 o evento será em Zafra, Badajoz, na Espanha.

A programação completa pode ser conferida em:

CONFERENCE PROGRAMME

 

CONGRESO LAS EDADES DEL LIBRO 2017

Se iniciará dia 16 de Outubro, até 20 de Outubro de 2017, a terceira edição do Congresso Internacional Las Edades del Libro.

O evento, que teve edições em 2012 e 2014, tem o objetivo de reunir especialistas em estudos da cultura escrita e visual, da edição e da indústria editorial, da história de novas tecnologias, do desenho e da comunicação gráfica, dentre outros temas correlacionados.  Com isso, se espera desenvolver o debate acadêmico a cerca das formas de escrita na história.

Neste ano se dará foco ao suporte Manuscrito, Impresso e Digital de textos, conforme se constata pela programação do Congresso.

 

O evento será na UNAM (Universidad Nacional Autónoma de México) e conta com a participação de diversos pesquisadores da América Latina, Brasil e Canadá.

A programação completa pode ser conferida pelo link: http://www.actividadesacademicas.iib.unam.mx/public/conferences/1/archivos/documentos/programa-EDL2017.pdf

 

Quem tem medo dos livros? Jean-Yves Mollier no IEA (17/08)

Conferência relaciona o poder dos livros com o medo e as censuras através da história

“O poder dos livros e como eles foram combatidos e censurados através dos séculos será tema de encontro que acontece na Sala de Eventos do IEA, no dia 17 de agosto, às 10h30. Quem tem medo dos livros? terá conferência de Jean-Yves Mollier, professor emérito da Universidade de Versailles Saint-Quentin-en-Yvelines, França, sob a coordenação de Marisa Midori Deaecto, da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP e que integra o Programa Ano Sabático do IEA este ano. O evento tem o apoio do Consulado Geral da França em São Paulo e do Institut Français no Brasil. Mollier falará em francês, com tradução simultânea e transmissão ao vivopela web. Para participação presencial, é necessário inscrição prévia.”

Quem tem medo dos livros?
17 de agosto, às 10h30
Sala de Eventos do IEA – Rua da Praça do Relógio, 109, bloco K, 5º andar, Cidade Universitária, São Paulo
Evento gratuito, com transmissão ao vivo pela internet
Inscrições pelo formulário
Mais informações: Claudia Regina (clauregi@usp.br), telefone: (11) 3091-1686

http://www.iea.usp.br/eventos/quem-tem-medo-dos-livros

Resenha do livro recentemente lançado na ANPUH “Visions, Prophecies And Divinations”

O livro é resultado dos diálogos realizados no Colóquio Internacional Messianismo, Milenarismo e Profecia​ em 2012

A resenha da historiadora Maria Jordán-Arroyo pode ser conferida no Cuadernos de Historia Moderna pelo link:

http://revistas.ucm.es/index.php/CHMO/article/view/56673/51241

 

 

Minicurso Cartografia da Renascença: tradição, técnicas e suportes materiais, com Chet Van Duzer

O Laboratório de Estudos de Cartografia Histórica (LECH) da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP promove o minicurso Cartografia da Renascença: tradição, técnicas e suportes materiais, com Chet Van Duzer, pesquisador da Biblioteca do Congresso dos EUA, no dia 17 de julho.O minicurso traz subsídios para a compreensão da cartografia renascentista na virada do século XV para o século XVI. Serão examinadas as repercussões e apropriações da Geografia de Ptolomeu nos mapa-múndis de Henricus Martellus de c. 1491 e Martin Waldseemüller de 1507, incluindo sua Carta Marina de 1516.O evento acontece na sala de reuniões da Biblioteca Brasiliana Mindlin, das 14 às 17 horas. Serão emitidos certificados. O minicurso é gratuito com inscrições no dia do curso. Mais informações pelo telefone (11) 2648-0310.

http://www.eventos.usp.br/?events=cartografia-da-renascenca-e-tema-de-minicurso-na-usp