Seminário na ANPUH-SP: Poder e Religião na Época Moderna

Nesta segunda, 3/9, começa o XXIV Encontro Regional da ANPUH-SP, “História & Democracia: precisamos falar sobre isso,” na Unifesp. Entre os seminários temáticos há um dedicado à História Moderna, “Poder e Religião na Época Moderna,” coordenado por Luís Filipe S. Lima e com apresentações de vários integrantes deste blog.

A programação do evento segue abaixo e os resumos das comunicações e alguns dos textos completos podem ser consultados aqui. Maiores informações podem ser obtidas na página do encontro.

Programação do ST “Poder e Religião na Época Moderna”

Dia 03/09 das 14:00 às 18:00
Bruno Guilherme Feitler (Unifesp) – Infiéis e gentios pela Igreja: uma incursão pelo enquadramento religioso do comércio no Estado da Índia
Renata Cabral Bernabé (USP) – A Doutrina Cristã de Marcos Jorge e sua versão japonesa
José Carlos Vilardaga (Unifesp) – Longe do paraíso e perto dos homens: reduções jesuíticas e redes de intercâmbios no Guairá colonial (1610-1632)
Andrea Gomes Bedin (PUC-SP) – A metodologia escrita nos sermões políticos do padre Antônio Vieira
Bruno Cezar Bio Augusto (Universidade do Centro-Oeste do Paraná) – Concessão de sesmarias: dinâmica e política nos requerimentos de propriedade em São Pedro d’El Rey, Capitania de Mato Grosso, ano de 1792
Caroline Cristina Souza Silva (Universidade de São Paulo) – D. Frei Domingos da Encarnação Pontevel e os debates sobre o poder episcopal: Bispado de Mariana (1777-1793)

Dia 04/09 das 14:00 às 18:00:
Maria Angélica Beghini Morales (Museu da Imigração do estado de São Paulo) – Arte e colecionismo na França pelas letras de Dominique-Vivant Denon
Bruno Galeano de Oliveira Gonçalves (Universidade de São Paulo) – “Apenas uma história”: The Historie of Tithes e a polêmica sobre os dízimos
Bruna Braga Fontes (FFLCH-USP) – Reflexões sobre a produção de manuscritos no século XVII: O caso de “A Dedication to sir Philip Sidney”
André Sekkel Cerqueira (FFLCH – USP) – A Donzela Alada encontra-se com Janus: sobre história e razão de Estado no século XVII
Pedro Damazio Franco (PUC-RJ) – Religião, secularização, e poder
Franco Alves Biondi (UNICAMP) – A “Devotio Moderna”: “De Imitatione Christi” e os Irmãos e Irmãs de Vida Comum

Dia 06/09 das 14:00 às 18:00
Lívia Bernardes Roberge (Universidade Federal de Minas Gerais) – Os Diggers e a Religião: escatologia, anticlericalismo e direito à terra.
Verônica Calsoni Lima (Universidade de São Paulo) – Dinâmicas da imprensa clandestina e radical na Inglaterra seiscentista: o caso dos “Estacionários Confederados”
Luís Filipe Silvério Lima (Unifesp) – “The Strangest Adventure” de “Sebastian, King of Portugal” e a recepção e circulação do sebastianismo na Inglaterras elisabetana e jacobeia
Talita de Jesus Noronha Sanchez (UNIFESP) – Uma Iconografia Profética da Restauração: a imagem de Ourique e as disputas políticas nas gravuras de 1632 a 1668.
Ramon Alberto Machado Costa (Unifesp) – Entre Divinação e Profecia – O Sonho
Nara Barrozo Witzler (Universidade Estadual de Campinas) – Mulheres, demônios e bruxas: o feminino retratado por demonólogos espanhóis dos séculos XVI e XVII
Marcela Delia (Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) – Unicamp) – “Quhill he promesit to complene on the to the ministerie and cessioun”: As dinâmicas entre as autoridades seculares e religiosas na Escócia da primeira modernidade

Seminário “As Notícias recônditas e os escritos contra o Santo Ofício português na época Moderna (1670-1821)”

Hoje, dia 13 de junho de 2018, receberemos o Prof. Dr. Yllan de Mattos (UFRRJ), que ministrará o seminário “As Notícias recônditas e os escritos contra o Santo Ofício português na época Moderna (1670-1821)”.

Dia 13/06/2018, a partir das 17h30 na sala 209 da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo.

 

ANPUH-SP 2018: Inscrições abertas para o Seminário Temático “Poder e Religião na Época Moderna (séculos XV-XVIII)”

Estão abertas as inscrições para apresentações de trabalho no XXIV Encontro Estadual da ANPUH-SP, que ocorrerá de 3 a 6 de setembro de 2018, na UNIFESP, campus Guarulhos. Entre os Seminários Temáticos haverá um dedicado à Época Moderna, o ST 31, intitulado Poder e Religião na Época Moderna (séculos XV-XVIII). Maiores detalhes sobre ST, abaixo e na página do ST na Anpuh. Para maiores informações como se inscrever, clique aqui. Para ver os outros STs, clique aqui.

 

 

ST 31 – Poder e Religião na Época Moderna (séculos XV-XVIII)
Coordenador: Luís Filipe Silvério Lima (Unifesp)

Resumo: Este simpósio temático pretende ser um espaço para discussão de pesquisas sobre a Época Moderna (séc. XV-XVIII) que abordem as temáticas ligadas ao poder, política, religião e religiosidades em diferentes espaços e sob diferentes abordagens. Menos do que uma proposta que busque se filiar a correntes historiográficas específicas (História das Religiões, História Cultural, História Política etc.), o ST quer incentivar o debate entre perspectivas teórico-metodológicas sobre tópicos que muitas vezes são vistos de modo seccionado no cenário historiográfico brasileiro e cujos pesquisadores se organizam em torno de recortes ou abordagens específicas, não promovendo uma interlocução mais ampla. Entre os temas visados estão, ainda que não se limitem a: processos de confessionalização e disciplinamente social; estudos sobre instituições religiosas (tais como Inquisição, Missões, Padroado, etc.) em sua ligação com as autoridades civis, e vice-versa; agentes e mediadores entre a poder civil e religioso; os debates teóricos modernos sobre o fundamento e a relação dos poderes e as diferentes teorias sobre a origem do poder; movimentos, revoltas e revoluções; projetos messiânicos e milenaristas; radicalismo e radicais no campo político e religioso; as hierarquias religiosas e civis, e suas possíveis relações; entre outros. Buscam-se pesquisas que tratem desses elementos e outros relacionados a tensão entre poder religioso e civil, dentro do recorte mais amplo da Época Moderna pensando as intersecções causadas pela cisão da Cristandade Ocidental, a expansão europeia, o conflito com o Outro, a reorganização e tensão dos poderes civis seja na Europa, América, África ou Ásia. Serão especialmente bem-vindas propostas que possibilitem o diálogo entre espaços, métodos, enfoques diversos, seja em sua própria formulação, seja na abertura para a reflexão coletiva. Seguindo esforços anteriores em encontros da ANPUH, têm-se, por fim, como meta fomentar os estudos historiográficos sobre História Moderna em São Paulo e no Brasil.